14
Mai 09

Confesso que estou desgostosa da vida.
Confesso que disse adeus pra alguém que eu não consigo parar de pensar.
Confesso que ele nem sabe que eu disse adeus.

A verdade é que no começo eu tinha uma desculpa muito boa pra fazer isso, mas que agora nem eu sei o porque.
Confesso que o idiota# que eu amo acha que perdi a virgindade com um amigo dele.
Confesso que esse amigo é meu melhor amigo.
Confesso que odeio que esse idiota# me evite sem saber das coisas, sem dar oportunidades de explicar porcaria nenhuma.
Confesso que teria sido mais fácil eu dar pra qualquer um ao invés de amá-lo tanto a ponto de suportar sua constante indiferença.

A parte "engraçada" é que já me disseram pra fazer isso.
Confesso que queria uma máquina do tempo, pra voltar pro útero e me enforcar no cordão umbilical.
talvez dessa forma eu esquecesse o quanto sou fracassada.
talvez eu esquecesse desse idiota, do meu melhor amigo, e da minha parentada petulante e mesquinha.
Confesso que não quero ser mais uma imbecil boazinha que ama um idiota mais velho que não liga pra ela.
Confesso que há coisas demais sobre mim.
 Me pesando e jogando pro fundo do mar.
Confesso que esse draminha está me matando e fazendo o mesmo com todos que eu amo.

Ainda que eu esteja cansada demais pra demonstrar o quanto me importo.
Confesso que não quero mais olhar pra tudo isso, mas sempre que mudo a vista de direção só encontro silêncio e escuridão.
Então eu tenho medo de ir embora pra longe da tragecomédia e acabar num monólogo.
Confesso que isso era pra ser menor, porque pensei que nem tinha tanto a confessar.

Porque essas coisas confessáveis são as mesmas que eu tranquei, são as mais imaginavelmente bobas especulações que faço nas noites em que não consigo dormir.
Confesso que ainda sou a ridiculamente imaturamente narcisamente eu virgem e imbecil apaixonada pelo idiota que não sabe de porcaria nenhuma e nem me pergunta ou deixa explicar as coisas como elas são e não como parecem ser na mente pervertida dos outros.

Confesso que mente, no final das palavras grandes gosto de colocar mente.

Porque eles sempre mentem pra mim.

e pra si mesmos fingindo que eu não significo nada.
Confesso que dessa forma teria sido mais rápido dizer tudo que sinto.

P.S:. Ele não é um idiota, só age como um idiota as vezes quando esta tentando fingir que eu não existo. Para melhor amigo:  Gostaria realmente que ambos não tivessemos dado a entender que era um adeus. Esse é um tópico do orkut, na comunidade MAN (Mulheres que Amam Nerds), chamado confessionário. Eu levei muito a sério.

publicado por serenaatedemais às 22:20
Precisando de : de mais tic-tac de maracujá
Ouvindo: Don't confess - Tegan and Sara

comentário:
As vezes é tão bom partilhar o que sentimos, e as tuas palavras reflectem isso mesmo.
Acredita na vida, no amor e no poder das palavras ;)
Kadoschinha a 26 de Maio de 2009 às 01:26

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Frio de tão velho
Alguma coisa sobre mim
pesquisar neste blog
 
links
blogs SAPO