26
Dez 08

- Feliz aniversário..

-obrigado por lembrar.

- não trouxe presente, mas lembrei.

- ah já valeu muito a pena você ter se lembrado.

- então tá realmente indo embora??

- aham, estou arrumando minha coisas, encaixotando livros, tirando minhas fotos, quadros, alguns desenhos da parede.

- se você quiser ajuda..eu posso ficar com você..

- não obrigado..prefiro fazer isso sozinha, me livrar de algumas coisas..

- por exemplo, se livrar de mim..

- eu não disse isso, apenas disse que me sinto melhor eu mesma remexendo nas minhas coisas e arrumando do meu jeito.Não preciso de outra pessoa vendo meus objetos pessoas e fazendo perguntas que não estou afim de responder.

- porque você faz isso comigo??...como consegue ser tão doce e ao mesmo tempo tão insuportável.

- eu não pedi pra você vim, e nem estou pedindo pra ficar. E nem se preocupe daqui a pouco estarei longe...

- não quero que vá..você sabe disso..sabe..que eu gosto de você

- é sei..mas..não posso fazer nada..desculpa..

- pode sim....a gente pode tentar, eu sei que pode, basta você querer

- mas eu não quero tentar, aliais estou cansada disso.

- eu sei o quanto esta sendo difícil pra você partir, e deixar tudo pra trás, sua família, seus amigos..gostaria de estar com você, te ajudar, te proteger...

- não preciso disso,não preciso de ninguém pra me proteger,sei me virar muito bem sozinha.Além do que esta sendo ótimo ir embora sabia?? deixar a morte do meu pai..o abandono da minha mãe, o preconceito da minha vó...deixar o fato de cada aniversário ser pior do que o outro pra trás, me faz bem..

- blá,blá,blá..não adianta,não tente mentir pra mim. Eu conheço essa história de "sofro com a morte do meu paizinho", "sinto falta da minha mãe", "minha vó é imcompreensiva e blábláblá" ... são desculpas..só isso..

-cala a boca você não me conhece..

- conheço sim, toda essa armadura de "não posso namorar", "não me toque", "não posso gostar"..fala sério, você afasta todas as pessoas que gostam de você, nunca namora, nunca fica, é chata, inteligente e sarcástica, uma carentona, chorona, persistente dos diabos, que acha que o melhor caminho é fugir, de tudo e de todos, e de qualquer coisa que faça seu coração bater, fica posando de "defensora do amor"  mas é um pé no saco. Te conheço a mais de 3 anos,,serena,,eu estou apaixonado..gosto de você...quero NAMORAR com você..mas tudo o que faz é fugir de mim. Te conheço..além dessas idiotices que fala as vezes, além dos seus textos..eu sei..que você quer ser feliz,,..caramba..porque você não tenta com a pessoa certa??

- não..você não me conhece, sabe sobre a minha história, conhece minha família, mas não sabe quem eu sou. Talvez você esteja certo.pode ser medo, defesa, qualquer coisa..mas..é isso que acha de mim?? uma carentona, uma chorona..uma chata que não fica com ninguém..uma virgenzinha intocável?? você diz que esta apaixonado por mim, mas nem ao menos sabe o que é o amor..acha que é ocara certo pra mim??

- e você sabeo que é o amor?ou quem é o cara certo pra vc?então me explica..amor é gostar de alguém que não lembra de você?? que mora a quilômetros de distância?? que você só viu uma vez?? isso não é amor..isso é doença..é isso..você esta doente..completamente louca..sabia..??

- amor é gostar de uma pessoa de verdade..gostar tanto que seja capaz de ver os defeitos e gostar das qualidades, e pensar no bem de quem você gosta, e só desejar felicidade.. pra mim .isso é amor..é esperar, suportar, desculpar e crer que tudo vai dar certo. Agora quando esse "amor" envolve ciúme, mentiras e obsessão, aí é doença. Desculpe, mas você não esta apaixonado por mim, e nem sequer gosta de mim..não entende que a minha felicidade esta longe daqui, não entende o meu jeito..

- eu entendo...só que estou cansado..de esperar por você, de desculpar seus lapsos, de suportar seu distanciamento e de crer que um dia vai gostar de mim..

- Sinto muito, não pedi por esse amor, nem pra que me esperasse, nem desculpasse meus erros, eu gosto de você..sinceramente do fundo do coração..mas não te amo..não estou apaixonada por você..e amor..é coisa que vem, que nasce no coração de uma hora pra outra..não se aprende a amar alguém, ou se ama...ou não se ama..só isso.

-É  aquele cara né?? você esta iludida com ele, acha realmente que ele vai gosta de você?? como eu gosto..que ele vai te esperar...??

- Não..duvido muito disso..acho que ele gosta de mim..assim como eu gosto de você, não acho que ele vai me esperar, porque o amor que sente ...ou sentia por mim é de amigo..mas, eu sei que isso que eu vou falar você vai entender muito bem..eu o amo, EU o espero e não contrário..se for ilusão com um tempo vai embora, mas se não for...só Deus sabe..

-" Essa ferida meu bem, as vezes não sara nunca, as vezes sara amanhã"

- Você foi o única cara que já recitou Carlos Drummond pra mim, e isso ninguém nunca vai roubar..o som da sua voz batendo no meu ouvido, as palavras doces do Drummond..me desculpe por não te amar.

- Eu nem gostava dele, mas quando te conheci..você estava lendo Sentimento do mundo, na biblioteca da escola..decorei alguns poemas pra tentar de conquistar.

- Eu gostaria de te amar...de me dar uma chance de ser feliz...mas eu não consigo..

- tenho que ir...deixar você sozinha..fazendo as coisas do seu jeito..eu..vou sempre estar aqui..te esperando..serena..você pode voltar atras, e eu vou estar aqui..e para de pedir desculpas por não me amar..

- não me espera..eu não quero você sinta como eu me sinto, todos os dias esperando uma resposta ..quero que seja feliz..que encontre alguém melhor que eu..

- você é o melhor que eu poderia desejar..vou indo ..tchau..

Ele chega seu corpo pertinho da moça, encosta seus lábios aos dela, como uma criança, faz isso e vai embora. E ela sabe que ele sabe que aquilo era adeus.

tchau..

 

Ele vai embora, e ela fica pensando se vale a pena ir embora. Fica pensando se todo mundo realmente a acha uma virgenzinha intocável, uma carentona iludida, ou uma emocionalmente retardada, confusa, narcisista. Fica pensando que nos últimos dias tudo mudou...as pessoas que ela mais gostava tinham lhe dito tanta coisa, coisas que faziam sua cabeça dar um giro de 360 e que aniversários eram deprimentes, porque mesmo que todos os seus amigos lembrassem, ela fingia que o fato da sua familia não lembrar não a incomodava...

Ela fingia que o fato do "carinha lá" de quem ela gosta tanto não estar mais lhe escrevendo não a incomodava. Que o fato dele ter esquecido seu aniversário, estar com raiva dela, e ignorá-la..era só um fato,,

A verdade é que a menina não sabia fingir porcaria nenhuma..e ali naquele quarto entre suas coisas tão velhas, tão íntimas e impregnadas de lembranças ela não precisava fingir, e podia chorar, e chorava baixinho ouvindo Last Nite do Strokes. Um dia  a menina ainda se casa com o Julian Casablancas, ele entende a menina..e ela ouve ele.

publicado por serenaatedemais às 00:37
Ouvindo: Last Nite - The Strokes

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
30
31


Frio de tão velho
Alguma coisa sobre mim

ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO