29
Dez 08

"Mediocridade ativa é uma merda!" Oscar Niemeyer

E eu concordo com ele.

As vezes se espera muito dos outros, dignidade, humildade, companheirismo. Mas o mundo é medíocre, as pessoas são medíocres, e mesmo quando não são agem dessa forma. E você pode ser uma menina legal, engraçadinha e que fica com meio mundo, e a isso eles não dão o nome de mediocridade mas de normalidade.E se você não faz isso só te resta um outro caminho : ser lésbica. Isso aí as pessoas tem necessidade de te ver com alguém, num relacionamento e se você simplismente quer ficar só, não aceitam.

Você pode ter muitas qualidades, e lógico defeitos, ninguém vai olhar pra isso se não estiver com alguém.

Sabe o amor possui muitas verdades, pra cada pessoa tem um rosto diferente. Pra mim uma dessas verdades é que você pode conseguir ajudar alguém com seus conselhos amorosos, mas nunca consegue resolver uma situação sua. Outra verdadezinha é a transformação desse sentimento, ele pode ser o que você quiser, seja bom ou ruim..ele muda. Então se você gosta de um cara hoje amanhã pode odiá-lo, lógico que pra mim isso não é amor.

Será que esse blog é só uma D.R eterna??

Um amigo chamou minha atenção, dizendo que este blog era muito poético, muito triste..

e que talvez eu devesse colocar "coisas legais". "Coisas normais" menos íntimas.

Esse blog..é a minha vida, tudo o que acontece comigo eu escrevo. São raras as pessoas que peço pra ler, porque aqui estou despida de medo. Coloco meus pensamentos, acontecimentos. Escrever é a única coisa que eu sei que ninguém pode me tirar.

Estou decepcionada com algumas pessoas, com o que pensam de mim.

Não sou uma menina legal. Não sou engraçadinha. Não sou mentirosa, mesmo que algumas horas tenha que mentir.Não sou emocionalmente retardada, ou confusa e narcisista. Não sou conquista fácil, e não posso me fazer de difícil, beijar é algo além do toque, é entrega.Não sou apaixonante. Não sou doce, talvez já tenha sido mas hoje...

Sou só eu. Sincera até demais. Que não dá brecha pros outros. Que quando decidi uma coisa vai até o fim. Que chora com filme bobo. Que gosta de ouvir Frank Sinatra e Artic Monkeys. Que se apega a quem não deveria. E que quando ama é tão boba quanto qualquer outro. Que tem medo de ficar só. Que não quer parecer "Senhorita Diferente".

E esse blog...mostra quem eu sou até pra quem eu não quero.

Estou cansada de tentar provar pra você quem eu realmente sou. Se quiser descubra.

Tentar me magoar sendo sarcástico, irônico, não irá resolver nada, me tratar como um objeto, um pedaço de carne..só faz eu me decepcionar. E talvez transforme esse amor que  sinto..em pena.

Minhas verdades irrefutáveis:

"O pouco amor mesmo que por um dia, ou dois, ainda é tudo"

"Esquecer o amor é coisa que não funciona"

"Essa ferida as vezes não sara nunca, as vezes sara amanhã" CDA

"Tudo aquilo que não te mata, te fortalece" Nietzche

O cansaço chega e mesmo que você queira ir até o fim, precisa de um motivo. A "menina legal" não quer ser medíocre por continuar atrás de algo que talvez não seja pra ela.

 

 

publicado por serenaatedemais às 15:10
Precisando de : decepcionada
Ouvindo: Somethin Stupid - Frank Sinatra e Nancy Sinatra

26
Dez 08

- Feliz aniversário..

-obrigado por lembrar.

- não trouxe presente, mas lembrei.

- ah já valeu muito a pena você ter se lembrado.

- então tá realmente indo embora??

- aham, estou arrumando minha coisas, encaixotando livros, tirando minhas fotos, quadros, alguns desenhos da parede.

- se você quiser ajuda..eu posso ficar com você..

- não obrigado..prefiro fazer isso sozinha, me livrar de algumas coisas..

- por exemplo, se livrar de mim..

- eu não disse isso, apenas disse que me sinto melhor eu mesma remexendo nas minhas coisas e arrumando do meu jeito.Não preciso de outra pessoa vendo meus objetos pessoas e fazendo perguntas que não estou afim de responder.

- porque você faz isso comigo??...como consegue ser tão doce e ao mesmo tempo tão insuportável.

- eu não pedi pra você vim, e nem estou pedindo pra ficar. E nem se preocupe daqui a pouco estarei longe...

- não quero que vá..você sabe disso..sabe..que eu gosto de você

- é sei..mas..não posso fazer nada..desculpa..

- pode sim....a gente pode tentar, eu sei que pode, basta você querer

- mas eu não quero tentar, aliais estou cansada disso.

- eu sei o quanto esta sendo difícil pra você partir, e deixar tudo pra trás, sua família, seus amigos..gostaria de estar com você, te ajudar, te proteger...

- não preciso disso,não preciso de ninguém pra me proteger,sei me virar muito bem sozinha.Além do que esta sendo ótimo ir embora sabia?? deixar a morte do meu pai..o abandono da minha mãe, o preconceito da minha vó...deixar o fato de cada aniversário ser pior do que o outro pra trás, me faz bem..

- blá,blá,blá..não adianta,não tente mentir pra mim. Eu conheço essa história de "sofro com a morte do meu paizinho", "sinto falta da minha mãe", "minha vó é imcompreensiva e blábláblá" ... são desculpas..só isso..

-cala a boca você não me conhece..

- conheço sim, toda essa armadura de "não posso namorar", "não me toque", "não posso gostar"..fala sério, você afasta todas as pessoas que gostam de você, nunca namora, nunca fica, é chata, inteligente e sarcástica, uma carentona, chorona, persistente dos diabos, que acha que o melhor caminho é fugir, de tudo e de todos, e de qualquer coisa que faça seu coração bater, fica posando de "defensora do amor"  mas é um pé no saco. Te conheço a mais de 3 anos,,serena,,eu estou apaixonado..gosto de você...quero NAMORAR com você..mas tudo o que faz é fugir de mim. Te conheço..além dessas idiotices que fala as vezes, além dos seus textos..eu sei..que você quer ser feliz,,..caramba..porque você não tenta com a pessoa certa??

- não..você não me conhece, sabe sobre a minha história, conhece minha família, mas não sabe quem eu sou. Talvez você esteja certo.pode ser medo, defesa, qualquer coisa..mas..é isso que acha de mim?? uma carentona, uma chorona..uma chata que não fica com ninguém..uma virgenzinha intocável?? você diz que esta apaixonado por mim, mas nem ao menos sabe o que é o amor..acha que é ocara certo pra mim??

- e você sabeo que é o amor?ou quem é o cara certo pra vc?então me explica..amor é gostar de alguém que não lembra de você?? que mora a quilômetros de distância?? que você só viu uma vez?? isso não é amor..isso é doença..é isso..você esta doente..completamente louca..sabia..??

- amor é gostar de uma pessoa de verdade..gostar tanto que seja capaz de ver os defeitos e gostar das qualidades, e pensar no bem de quem você gosta, e só desejar felicidade.. pra mim .isso é amor..é esperar, suportar, desculpar e crer que tudo vai dar certo. Agora quando esse "amor" envolve ciúme, mentiras e obsessão, aí é doença. Desculpe, mas você não esta apaixonado por mim, e nem sequer gosta de mim..não entende que a minha felicidade esta longe daqui, não entende o meu jeito..

- eu entendo...só que estou cansado..de esperar por você, de desculpar seus lapsos, de suportar seu distanciamento e de crer que um dia vai gostar de mim..

- Sinto muito, não pedi por esse amor, nem pra que me esperasse, nem desculpasse meus erros, eu gosto de você..sinceramente do fundo do coração..mas não te amo..não estou apaixonada por você..e amor..é coisa que vem, que nasce no coração de uma hora pra outra..não se aprende a amar alguém, ou se ama...ou não se ama..só isso.

-É  aquele cara né?? você esta iludida com ele, acha realmente que ele vai gosta de você?? como eu gosto..que ele vai te esperar...??

- Não..duvido muito disso..acho que ele gosta de mim..assim como eu gosto de você, não acho que ele vai me esperar, porque o amor que sente ...ou sentia por mim é de amigo..mas, eu sei que isso que eu vou falar você vai entender muito bem..eu o amo, EU o espero e não contrário..se for ilusão com um tempo vai embora, mas se não for...só Deus sabe..

-" Essa ferida meu bem, as vezes não sara nunca, as vezes sara amanhã"

- Você foi o única cara que já recitou Carlos Drummond pra mim, e isso ninguém nunca vai roubar..o som da sua voz batendo no meu ouvido, as palavras doces do Drummond..me desculpe por não te amar.

- Eu nem gostava dele, mas quando te conheci..você estava lendo Sentimento do mundo, na biblioteca da escola..decorei alguns poemas pra tentar de conquistar.

- Eu gostaria de te amar...de me dar uma chance de ser feliz...mas eu não consigo..

- tenho que ir...deixar você sozinha..fazendo as coisas do seu jeito..eu..vou sempre estar aqui..te esperando..serena..você pode voltar atras, e eu vou estar aqui..e para de pedir desculpas por não me amar..

- não me espera..eu não quero você sinta como eu me sinto, todos os dias esperando uma resposta ..quero que seja feliz..que encontre alguém melhor que eu..

- você é o melhor que eu poderia desejar..vou indo ..tchau..

Ele chega seu corpo pertinho da moça, encosta seus lábios aos dela, como uma criança, faz isso e vai embora. E ela sabe que ele sabe que aquilo era adeus.

tchau..

 

Ele vai embora, e ela fica pensando se vale a pena ir embora. Fica pensando se todo mundo realmente a acha uma virgenzinha intocável, uma carentona iludida, ou uma emocionalmente retardada, confusa, narcisista. Fica pensando que nos últimos dias tudo mudou...as pessoas que ela mais gostava tinham lhe dito tanta coisa, coisas que faziam sua cabeça dar um giro de 360 e que aniversários eram deprimentes, porque mesmo que todos os seus amigos lembrassem, ela fingia que o fato da sua familia não lembrar não a incomodava...

Ela fingia que o fato do "carinha lá" de quem ela gosta tanto não estar mais lhe escrevendo não a incomodava. Que o fato dele ter esquecido seu aniversário, estar com raiva dela, e ignorá-la..era só um fato,,

A verdade é que a menina não sabia fingir porcaria nenhuma..e ali naquele quarto entre suas coisas tão velhas, tão íntimas e impregnadas de lembranças ela não precisava fingir, e podia chorar, e chorava baixinho ouvindo Last Nite do Strokes. Um dia  a menina ainda se casa com o Julian Casablancas, ele entende a menina..e ela ouve ele.

publicado por serenaatedemais às 00:37
Ouvindo: Last Nite - The Strokes

14
Dez 08

Meus sonhos estavam inundados de um sentimento de perda. E quando me levantei hoje pela manhã percebi que minha casa chorava. Meu quarto escorria em lágrimas, as paredes molhadas de água salgada. Meus quadros, fotos, cartas, todos manchados com o líquido. Eu percebi que o choro era meu. Não de lamento, de tristeza, ou solidão mas de medo. Terminei uma etapa. E depois dessa vem outra que eu não tenho idéia de como será.

Completei o ensino médio.

A maior vontade do meu pai e que eu terminasse os estudos e fosse embora. Sim..fosse embora, conhecesse o mundo e deixasse o mundo me conhecer. Ele queria que eu tivesse muitas vidas, e eu o entendo. Porque agora acho que essa que vivo não me faz feliz. Estou indo embora de mim. Ou pelo menos de quem sempre achei que era, a gente se descobre por detrás das roupas, dentro da pele, no fundo da alma. Se descobri como ser pensante, amante e amado, ser que tem necessidades e não me refiro a alimento, vestimenta, casa, digo sobre preenchimento interior.

Há 3 anos atrás eu era uma menina, que realmente não sabia o que queria. Eu era a menina amarela, sempre com tanto medo que deixava a escolha da minha vida na mão dos outros. Eu acho que essa menina cresceu, não o suficiente pra ser mulher, mas pra ser algo indefinido, apenas a Serena sem predicativos. A Serena apaixonada, serena medrosa, serena nervosa, serena confusa, serena tagarela não existem várias. Apenas a Priscylla que todo mundo gosta de chamar de Serena.

É difícil deixar algumas coisas pra trás, mas se você não as deixa elas pesam sua bagagem e te cansam antes de alcançar o topo da montanha. Eu não sei o que tem no topo, mas se for algo que eu não quero eu desço e procuro em outro lugar. As vezes a gente acha que pra ser feliz precisa de uma coisa e então você perde essa ”coisa” e vê que a vida continua, “a vida apenas sem mistificação”.

De alguma forma você tem que ir em frente, se desisti, se fica na curva, se conversa na esquina, o outro “aquilo” que poderia te fazer mais feliz do que antes não é achado, e se perde. Porque nem todo mundo quer o que você quer, ou seja o seu sapato pode até servir em outras pessoas mais fica mais bonito no seu pé. Você pode também aceitar o sapato de outra pessoa, mas ele pode ficar apertado, ou folgado, ou te incomodar. É o que acontece quando tentamos ficar com algo que não é nosso.

 Eu sei que essa não é a minha casa, e que esses planos que tentam me fazer seguir não são meus, e tudo que quero é ter algo pra chamar de meu, mesmo que seja a solidão. Eu não sei como vai ser daqui pra frente, estou deixando família, amigos, e tudo o que aprendi a aceitar pra trás em busca de algo que eu não sei se vai me fazer feliz, mas eu não quero ficar na esquina, eu quero seguir em frente. E saber quem sou.

Meu prato preferido é lasanha.

Eu tenho 3 cores favoritas: verde, laranja e roxo.

Eu não gosto de teias de aranha e nem de poeira.

Gosto de ouvir música com fone e trancar a porta do quarto pra ler, faço os dois ao mesmo tempo. Gosto de fingir que o mundo ta lá fora enquanto eu e o Hercule Poirot desvendamos um assassinato.

Quando estou nervosa falo demais.

Gosto de roer as unhas, mas pra não ficar com consciência pesada escolho uma das mãos pra não fazê-lo.

Gosto que mecham no meu cabelo, gosto de abraço, beijo com água gelada, que cantem pra mim, declamem poesia inventada, desenhar, inventar novos finais pra filme dentro da minha cabeça, contar piada sem graça, sentir o cheiro de quem amo no pé do pescoço (se vc acha que pescoço não tem pé, presta atenção!), andar de mãos dadas, mãos quentes, de cozinhar.

Não gosto de gente burra, hipócrita, ou que se faz de algo que não é, sem-graça, melindrosos, insensíveis, incompreensíveis, aliais não gosto de INs. (improvável, impossível, insuportável, sempre parece que esses INs te impedem de tentar. Poderia ser: Indesespero, Inruim, Indesfelicidade..enfim)

Eu amo um cara, e ele sabe mais não acredita, e acho que todo mundo já passou por isso, então eu também deveria passar (Passar por situações que todo mundo viveu, ou viverá te faz sentir normal). Talvez a maioria não tenha amado, ou tenha confundido, ou tenha ignorado porque é mais fácil não amar. Ele é mais velho e com certeza pensa que isso que eu sinto vai passar. No meio da história eu também queria que passasse, porque pensar nele me consumia.

Mas hoje eu entendo que ficar esperando sua voz sair da minha cabeça ou a imagem dos seus olhos do meu coração não resolve nada. O amor não é algo medíocre pra ser deixado de lado ou esquecido ou superado. É algo importante demais pra eu passar por ele e desisti. Não, ele não me ama, pelo menos eu não sei se ama, só tenho certeza do que sinto e é por este sentimento que vou em frente. Acho que ele não quer acreditar, porque as vezes acreditamos nas pessoas erradas quanto ao que realmente querem ou sentem. O nome disso é decepção.

De todo coração, posso oferecer esse amor e ele recusar. E isso seria ruim porque amor é diferente de paixão, amor é mais forte , e paixão não é nada além dela mesma com atração temperada a gosto.Eu não morreria, apenas viveria sem ele. Outra diferença entre os sentimentos é que um te faz querer o bem e desejar a felicidade daquele que você ama mas não pertence, o outro gera mágoa e rancor.

“Quero vive-lo em cada vão momento e em seu louvor ei de espalhar meu canto e rir meu riso e derramar meu pranto ao seu pesar ou seu contentamento e assim quando mais tarde me procure quem sabe a morte angústia de quem vive quem sabe a solidão ao fim de quem ama, eu possa lhe dizer do amor que eu tive que não seja imortal posto que é chama mas que seja infinito enquanto dure.”

Soneto de Fidelidade – Vinicius de Moraes

Prefiro o Tom Jobim ao Vinicius, porque um vivia o amor o outro acreditava na paixão. Mas como adoro os sonetos do Vinicius escolhi esse.

publicado por serenaatedemais às 19:45
Ouvindo: Elephant Gun - Beirut

Fazendo a minha tempestade com as gotas de chuva.

 

- Shoppings são tão depressivos. - -‘

 

- Por que? O.o

 

- Num sei, toda essa gente “feliz”, esses casais desfilando oferecendo amor de embalagem, beijos apaixonados, mulheres velhas e enrugadas com suas caras puxadas comprando roupas por um preço absurdo, não só pra vestir, mas pra ostentar status. Tudo isso me deprecia.


- Caramba...faz quanto tempo que não escreve no seu blog??

 

- Muito tempo.


-Percebesse.

 

- Tempo demais eu acho.

 

- E por que não escreve??

 

- Por causa desse amor...primeiro tenho que tirá-lo do coração, colocar num cantinho da minha estante, e deixar lá pra de vez em quando eu só lembrar que foi bom, senão sempre que eu escrever vai ser pra ele. Como sabia que eu tô um tempo sem escrever?? Você andou lendo??


- Não. Mas você esta muito filosófica, olha pro nada e fica encarando o chão.

 

- Encaro meus pensamentos, minhas verdades. Verdade Um: Sou uma vadia!

 

- O.o como assim?? Você precisa escrever urgentemente. Cadê o tal caderno??

 

- tem eras que nem toco nele, nunca mais escrevi uma linha.

 

- Mas você tem que escrever, tudo isso que ta te incomodando, suas idéias bestas, sua ironia, enfim. Você podia escrever sobre aquele cara.

 

- Qual?? O que eu amo e não tá nem aí pra mim, ou o que esta sempre por perto??


- O que te beijou.

 

- Tá vendo, sou uma vadia. Fiz o que mais repugno-nos outros, ficar sem gostar, ou pior ficar gostando de outro. Pior ainda. Sou uma vadia plus, fiquei com um AMANDO outro.


- Ele num tá namorando?? Ele te ligou? Mandou um email, um scrapizinho q seja??

 

- sim, esta. Não. Parece que me esqueceu, tudo bem. Eu me esqueceria também. Aliais se eu fosse homem..nem me pegaria. Nem pra passar tempo.

 

- Pára de falar besteira, você passou 8 meses correndo atrás dele. Escrevendo pra ele, tentando se aproximar sem ser tão vulgar ou estúpida quanto as outras, e agora fica se culpando porque outro cara viu o qual legal vc é, e te beijou??


- mas eu continuei o beijo, e o erro esta aí.outra coisa, 8 meses não são nada, e você sabe que eu fiquei três anos sem namorar com ninguém, ou ficar com um cara. Exatamente por respeitar meus sentimentos. De repente ele apareceu namorando, isso mexeu comigo,até tentei..por Deus você é testemunha..eu tentei muito esquecê-lo, e só desejar o seu bem mas ele ficou sem falar comigo,se afastou, não sei. Talvez eu seja louca mesmo, é ele nem se lembra de mim, porque se incomodaria de eu ter ficado com outro..(pausa) a questão não é essa. A questão é que eu me traí, traí tudo o que mais acredito na vida, no amor, que transpõe barreiras, que supere distâncias. Caramba..eu o amo. E já cansei de tentar esquecê-lo. Sabe o que o outro me disse??

 

- o que??

 

- Ele falou assim: Serena, o Fulano esta namorando sério, ele gosta de verdade da namorada. Quando fala dela, a gente vê que ele gosta de verdade dela.

 

- E daí??

 

-Doeu..demais. Bateu fundo no estômago e perfurou o coração. Sabe aquele tipo de coisa que você só sente, que nem sabe porque, o tipo de coisa que ninguém precisa dizer, como o Drummond disse : Os olhos falam. E eu nem olhei nos olhos dele, mas..eu acho..eu sei, que ele não a ama. Mas não entendo porque estão juntos. Quer dizer, será que eu tô louca? Será que só eu senti “aquilo”. Eu sempre me sinto deslocada, entende...meio vazia..como se faltasse algo. Mas naquela noite, no quarto sozinha com ele, conversando sobre as minhas idéias tão clichês, eu me senti preenchida. De alguma forma, senti como se..ele tivesse me completado. Sua voz tão doce, seu jeito de me responder com perguntas, tentando se defender de não sei o que. Seus olhos quietos, suas mãos ansiosas e acolhedoras. Meu Deus...eu acho que não agüento amá-lo dessa forma, é ruim. Quando meu pai morreu eu percebi que as pessoas sempre vão, não importa o quanto você as ame. Elas vão te deixar, então o melhor a fazer, é se afastar. Mas com ele, como posso me afastar?? Ele esta em mim, nos meus sonhos, nos meus pensamentos, me lembro de todas as frases mais idiotas que já me disse, me lembro de cada detalhe daquela noite. Quando fecho os olhos é o sorriso dele que eu vejo. Sou uma vadia, como dizia Quintana: Nunca beije uma pessoa para esquecer outra, você não só não a esquece como pensa muito mais nela.

 

- ok. Você não é uma vadia. Mas esta agindo como uma burra. Se for pra vocês ficarem juntos, vão ficar. Não importa o que tenha acontecido. Você ficou com outro cara, só isso. Assunto encerrado. Se você realmente quer esse cara, corre atrás. Você já desistiu de muitas coisas na sua vida em função dos outros: Da sua vó, da sua mãe, da sua família, ou da opinião de um bando de hipócrita. Liga o foda-se. Sou sua amiga, e sei que tipo de garota é, e que tipo de mulher almeja ser, confio que nada em você mudou, e se esse cara for pra você,se ele for diferente como você diz vai entender a situação. Se esse amor for tão bom quanto suas palavras, tudo dará certo. Acredite em Deus. Agora não quero te iludir, ele pode gostar da namorada e achar que isso é o suficiente pra ficarem juntos, sabe nem todo mundo põe amor no topo da lista. Ele pode querer estabilidade, alguém pra esquentar os pés a noite. Além dele morar longe.

 

- eu sei, mas isso eu vou resolver. Não tenho nada a perder se eu for, mas se ficar...nunca irei saber se daria certo. Obrigado pela ajuda ...amiga te amo muito.

 

- Eu sei, eu tbm me amo muito, sou demais :P Agora para de ser melosa e vai escrever naquele negócio lá. Talvez eu leia seu blog.

 

Serena** Juh Hane Dessa Geizi**

publicado por serenaatedemais às 19:20

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
27

28
30
31


subscrever feeds
Frio de tão velho
Alguma coisa sobre mim

ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO