30
Set 08

Tudo começou semana passada, avisaram que teríamos 3 dias de "folga" além do fds (Segunda, terça e quarta). Daí eu pensei, - Nossa que bom, ficar em casa, colocar as coisas em ordem. Só me esqueci que não moro sozinha, logo meus planos tem quer ser coletivos, e não individuais.

Passei dois dias numa faxina intensa no meu quarto. Fico sempre adiando essa limpeza, porque é extremamente nostálgico, abrir tantas caixas, gavetas, fotos, e remexer no meu passado. Demoro muito a jogar recordações fora, fico juntando tudo que ganho, mesmo que seja um papel de balinha que alguém pisou em cima. Sentimentalismo barato. Aprendi com a minha vó, só que preciso desaprender, pensando nisso comecei a procurar coisas velhas pra jogar fora.

Acreditem achei a certidão de óbito do meu pai...

tanta coisa que eu tinha esquecido, voltou num turbilhão de pensamentos e sensações deprimentes.

 

**Conversa de Mim  Comigo :

- Vai guria, rasga e joga fora. pra que ficar juntando coisa que só te faz sofrer??

- e esquecer do meu pai, do quanto sofri, lutei, esperei pra que a ferida cicatriza-se. esquecer do porque sou assim. não. tenho que guardar.

- guardar pra que. pra achar , e relembrar dor, e ficar remoendo mágoas??

- não. guardar pra não esquecer que eu superei, que eu me transformei, que acima de tudo, eu vivi com uma pessoa maravilhosa que se foi antes da hora. talvez pra me lembrar que tudo de bom, acaba um dia.

-então tá guardando pra matar esperança??

-não...tô guardando pra enterrar a menina imaginária. a menina sonhadora. a menina amarela que tem medo de tudo.

- essa menina morreu com seu pai, mas você pode fazer outra nascer, uma que tenha coração.

-uma não carente, não nervosa, não dramática, uma que não invente TPM todos os dias do mês como desculpa pra ser grossa ou paranóica.

- Você quer dizer uma que não seja você ??

 

A conversa with myself não acabou aí, aliais foi péssimo, porque esse foi só o comecinho do que seriam 4 infernais dias em casa sem nada pra fazer.

Depois da faxina e na esperaça de ter algo para me distrair, fui passar roupa, o que gosto de fazer, me relaxa de um tanto. O probleminha da vez foi a Dona Bela falando o tempo todo.

 

-Hei, levanta a gola, dobra a manga. pra direita, isso agora pra esquerda.

-Vó, eu sei como passar roupa. me deixa.

- E para de me responder, só tô tentando ajudar.

- Obrigado pela ajuda, mas não precisa.

 

Gripada, garganta inflamada (3° tentativa frustrada de entretenimento, fui comer!.sorvete, picolé, dindin, tomei água gelada e o caramba), daí vem dores de cabeça, dor nos ouvidos, dores e mais dores. Sou chata com dor, ela não gosta de mim por isso me faz sofrer, e eu não a suporto por esse mesmo motivo.

Entro no msn, e coisa que eu odeio é cara chato e sem conteúdo tentando me conhecer.

 

-Oi

-oi

-tudo bem gatinha??

- tudo --'

-tc daond??

-brasilia --'

-tem quantos anos??

-peraí, isso akie é uma conversa ou um questionário do IBGE??

-calma linda, só tô tentando te conhecer...

-Vai conhecer o teu pai. tchau!.

 

E BLOQUEIO.

 

Vou no orkut, 90 visitantes que eu nem conheço, até acho normal afinal se você tem orkut, deveria saber que seu perfil vai ser visitado por um monte de pessoas, e você não precisa necessariamente conhecê-las, nem mesmo saber quem são.

O problema : São mulheres em sua maioria, fã de um amigo meu, e tentam puxar papo comigo pra saber qual o nosso grau de "intimidade" :D

hauhauhauahuahuahuahuhauhuahuh..

e é isso que me irrita, porque o conheço faz pouco tempo, mas gosto muuuito dele, e pra mim parece que tô posando de uma coisa que não sou.

Se eu respondo - Oi sou sim, amiga de fulano --' mas não quero falar sobre ele.

viro a garota amiga de famoso que se acha fodona..

Por outro lado se não respondo - Viro a mitída, que se acha fodona demais por ser amiga de famoso.

E como sou louca de pedra, ainda acho que estão lá fuxicando por que pra ele sou importante.

Ele é meu amigo,  tive que aumentar minha lista de "Amigos que dividiria Chocolate Preto meio amargo" por causa dele. Também aumentei a outra "Pessoas que eu desenheria com o coração aberto, e emprestaria minha caneta preta que não deixo ninguém usar.!"

Sim, ninguém usa minha caneta preta pra desenhar, por que??

O nome já diz tudo!. É PRA DESENHAR, especialmente pra mim DESENHAR!.

 

Enfim....era só tudo isso que eu precisava escrever. O tédio ainda não acabou, hoje é Terça, e só na Quinta vou ter aula, e voltar ao meu ritmo normal de vida.

 

*Acordar - escola - colírio no 1° horário = cega durante 20 minutos - dormir durante as aulas - lanchar com meus amigo - vim pra casa - colírio = cega durante almoço - lavar louça - dormir - internet - colírio = cega no msn - lanche - internet - ler - colírio = cega lendo. Tomar banho. dormir **

 

P.S:. As stalker que ficam olhando meu orkut, tô pouco me lixando. É ele o cara que merece atenção de vocês e não eu. Sou uma nada, uma ninguém. Mas se acham interessante olhar lá, a vontade, voltem sempre. Algum dia coloco minhas listas de "realmente amigos". O japa conhece. SÓ ELE.

publicado por serenaatedemais às 19:14
Precisando de : entediaaaada
Ouvindo: I'll Kill her - Soko

27
Set 08

Eu Não Existo Sem Você

Tom Jobim

Composição: Antonio Carlos Jobim / Vinicius de Moraes

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você

 

Para o Sr. Pessoa, a quem eu amo tanto que não tenho coragem de admitir que tenho medo de perder. que tenho medo de não conquistar, encantar, e ser amada.A quem eu dedico o meu melhor.

Amor é mais do que palavra, é menos que atitude, é uma coisa que eu não sei o que é, só que é bom, que é o sentimento mais nobre e puro que pode existi, e que as pessoas mesmo não sendo dignas sentem.

Just be happy.

I'm still love you, and nothing change this feeling in me.

importante demais, pesado demais, dificil demais de dizer.

mas você me fez ultrapassar o demais.

Obrigado.

 

Hino ao Amor - I Corinthios 13;4-7

 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso;
o amor não se vangloria, não se ensoberbece,
 não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses,
não se irrita, não suspeita mal;
 não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;


tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

 

publicado por serenaatedemais às 21:22

19
Set 08

 

Era uma noite mais escura que as outras, onde o vento era sinal de chuva.

Ela parada, pensando em como seria e se seria fácil conhecê-lo, as duas últimas tentativas haviam sido tão frustantes que durante um tempo pensou :"Talvez não seja pra gente se conhecer, talvez eu deva apenas ser um borrão, um rascunho de amiga pra ele".

Quando se espera tanto por alguém se alimenta espectativas que podem ser boas ou não. Por um momento ela teve medo, de não ser bonita demais, inteligente demais, ou qualquer coisa que não fosse demais pra ele. Qualquer coisa que não fosse ela. Em menos de um segundo a situação mudou, e ao invés de medo sentiu segurança.

Os olhos dele são mais claros do que pensará, suas mãos tão brancas quando paradas mas rosadas quando agitadas, sua pele é clara, seu cabelo é legal (legal pra mim é lindo --') e tudo isso ela sabia de olhar, mas quando tocou nas mãos dele tão quentinhas (as suas parecem de defunto estão SEMPRE geladas, menos naquele momento quando as dele as esquentaram ), ela também não sabia que sua pele era macia, que seus cabelos eram lisos ao toque e que seu sorriso era mais engraçado do que qualquer piada.

E ela se sentiu plena, agradecida a Deus, porque as duas pessoas que mais gosta estavam juntas, um amigo a quem ela tem como irmão, e um outro amigo que se tornou amigo no momento em que a ofereceu um travesseiro como presente:

 

- Olha Serena eu tambem tenho um presente pra vc!. Serve pra dormir.

*entregando o travesseiro*.

- Na verdade ele não serve pra dormir, a gente só põe a cabeça nele quando vai dormir.

- ahhh..vc é tão engraçadinha Serena.

 

Ela ficou impressionada de ver como aquele cara era alto, em como ele sempre a respondia com uma pergunta, em como  era tão estabanado, implicante, desligado, e menina(no caso dele menino) quanto supunha. E por alguns momentos sentiu como se todos os problemas não existissem, sentiu que poderia sorrir, fazer piadas, ser implicante e ser livre.

Sentiu que seria fácil.

ele a fez sentir assim.

Durante 7 anos não houveram chuvas na vida da menina, só a seca, que endurece os corações, que esteriliza os braços, os abraços, até que o menino japonês chuviscou em seu coração, até que o outro menino de all star enxurrou sua alma.

Porque ser feliz pareceu mais fácil do lado deles correndo debaixo da chuva de Brasília que durou 5 minutos de eternidade

E essa menina era a Priscylla, que chorou e virou Maria, que sorriu e virou João, que tinha que ser constantemente rotulada, e que sentia falta da época em que era apenas a menina.

Ela esta aqui, e que de vez em nunca é feliz (o ontem da menina foi o mais feliz de todos os ontems que ela jah viveu), e aí não importa se a Serena SÓ tem 17 anos, se mora longe de tudo, se tem um monte de gente que a esnoba, porque ela sabe que pra alguém ela é mais que menina. ela é mais do que ela acreditou que era.

E a chuva choveu, durante segundos que pareceram horas, e se tornaram dias no coração da menina, e ela gosta de chuva porque só a chuva de seus meninos  libertou seu coração. E quanto ao menino de all star ela espera ter chovido um pouco nele, ter gotejado durante o sonho dele e enxarcado alguns desenhos em cima da mesa de cabeceira.

 

P.S:. Dedico este a quem me deu uma noite de chuva, perguntas não respondidas, chocolate preto grudado no céu da boca, chute na bunda**, carinho no cabelo, abraço no táxi e um SeRenA com sotaquee hilário de garoto do interior.

publicado por serenaatedemais às 03:15
Precisando de : a dois passos da plenitude
Ouvindo: You only live once - The Strokes

12
Set 08

Sempre tive um objetivo na vida. Amar. Porque acreditava que isso era bom, mágico e simples.

De repente tudo mudou de uma maneira assustadora e triste.

Porque quando vc ama alguém mas não esta apaixonada por essa pessoa, o seu coração não sabe o que dizer, ou tentar explicar o porque da "não paixao". E você se ve gostando de alguém que parece que naum dá a mínima pra você. O pior é quando você sabe que isso é verdade.

Pra um eu existo, como pessoa, sou vista, ouvida, repreendida e adoro isso. As bronquinhas tão íntimas e protetoras que ouço com um sorriso no rosto, porque acho o máximo até o mau-humor dele.

Mas para o outro eu sou, não sei o que, talvez não seja nada. talvez seja uma foto, um desenho, uma frase, uma tentativa de humor. E os obrigados dele  pelo meu carinho são tão pólidos, e ao mesmo tempo que são engraçados, são frios.

Como quem trabalha no mercado e prega o sorriso no rosto logo pela manhã e decora - Bom dia seja bem vindo ao nosso mercado Porcaria Nenhuma!-é assim que ele me trata, e quando eu sinto que me aproximei, ele se afasta.

Em dois mundos diferentes. Eu sou de Lua e ele, talvez de marte. Com gostos tão parecidos, e esse problema da minha necessidade idiota de me tornar a amiga compreensiva e parar de ser a doce menina, eu pioro a situação. Tento adivinhar seus gostos, reparo no seus modos, sonho com os detalhes de um dia que nunca vivemos.

Nunca olhei fundo em seus olhos e tive aquela sensação estranha de saber o que ele esta pensando,  ou ouvi sua voz sendo sussurada no canto do meu pescoço.

  E por isso as vezes sinto que ele também não existe pra mim. Sem seu perfume em minha roupa, abraço reconfortante ou filosofia barata.

Não existe nada, além de mim lutando a favor de uma coisa que envolve duas pessoas. E o amor que era o meu tudo, meu ar, meu chão, minha fundamento de vida, vira bobagem, besteira, brincadeira de boneca, idiotice. É quando eu tenho certeza da derrota, porque ninguém mais acredita no amor, na verdade, ou na liberdade que só ficam no papel.

Todos os malditos livros que eu li sobre isso, as ridículas musicas que cantei, os filmes estúpidos que apenas alimentaram meus sonhos de beijos apaixonantes foram perda de tempo, porque o bom mesmo é ficar com quem não se quer, é casar porque casar é bonito, e dar porque é saudável ..

e fechar os olhos antes de dormir e pensar no homem que amo com  ar de "nunca seria possível".

 

Eu tenho duas opções :

Admitir que estou apegada a algo que eu não posso controlar, e desistir de acreditar nessa paixão de 6 meses que vem me deixando sem rumo.

Ou apenas esperar, mais um pouco (que parece infinitamente muito quando não se sabe quanto tempo mais vai durar) pra alcançar o prêmio final que é a existência com base no amor apaixonante de alguém que eu sinto que nasci pra viver junto.

 

P.S:. Minha TPM faz isso aqui parecer com "Sofrimentos do Jovem Werther" quem não leu, arrume um bom psicólogo pra ler. o livro é bom só que mais triste que reunião de Emos em enterro. (dramaticíssima como sempre.)


Vejam a tradução da musica aqui embaixo..se kiserem claro!.

publicado por serenaatedemais às 02:36
Precisando de : cega de ....
Ouvindo: I found a reason - Cat Power

07
Set 08

Roberta AR- fotógrafaEu gosto de sábado, posso acordar tarde, enrolar na cama e fingir que estou sonhando com alguma coisa que quero muito. Só que a realidade não tira sábados de folga, isso me irrita. Por isso eu sai, como faço praticamente em todos fds desde que aprendi o caminho pra lugar nenhum. E esse lugar é só meu, é onde eu não sou filha, neta ou irmã. Sou eu, apenas caminhando e falando besteiras ou não com quem eu gosto.

E é uma sensação ótima de ser vista como Serena, a garota amável (que eu não me considero), doce (que eu não sei como ser) ou linda (ele usa óculos, por isso eu desculpo a mentira). Fui andando por um caminho que achei que era só curva, quando na verdade era encruzilhada. Me perdi e me encontrei, nos olhos mais estranhos e interessantes que jamais pensei que veria.

 

-Me dá um beijo??

-Não posso..

-Por que?? você gosta de mim, e eu..tbm gosto de você..

- Duas coisas podem acontecer...eu posso me apegar...

- Você já esta apegada...(eu pensei- Droga...ele tá certo!.)eu também estou..(pensei - Será?!?)

- E isso não é bom..

- Mas também não é ruim...

 

Cabeça no colo, por um momento eu quis fazer diferente e simplismente me entregar. Quando minha mão tocou no cabelo preto dele, eu quis ser a amável e carinhosa menina que ele acha que sou. De repente eu percebi que eu nunca fui assim,porque ninguém nunca me deixou ser, sempre mentiram pra mim, me usaram, ou simplismente me esqueceram (por que com ele seria diferente??) deu um aperto no peito, um nó na garganta, e a frieza do meu coração voltou.

 

- Sabia que a sua cabeça tá em cima do meu jogo??

 

Alguns sábados são esclarecedores, esse não foi um deles. E quando eu disse - Vou indo, você precisa descansar.- queria dizer : Não me pede pra ir embora porque eu quero ficar.

Só que a vida anda de marcha ré, e nessa eu sou um carro estacionado vendo o mundo dá voltas ao contrário.

Fui embora pensando em como as coisas mudam, os sentimentos se tranformam, as pessoas são instáveis e em como o tal do Destino tem um jeito estranho de brincar comigo.

Pensando em como a noite de Brasília é linda, e que falta me faz uma chuva.

Pensando que o amor tem mil e uma faces, e que a verdade é bem mais confusa que a mentira.

Pensando que eu precisava dizer que eu te amo, só que de uma maneira triste dizer isso pra você foi tão confuso e embaraçoso que me perdi, que nunca sei o que dizer quando estou perto de você, que pareço uma tonta tentando descobrir um pouquinho sobre a sua vida. E que definitivamente eu não sei como lidar com jogos da velha.

 

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida."

Vinicius de Moraes

 

Talvez tudo isso seja dramaticice da minha parte e um beijo seja só um beijo.

Mas só talvez, enquanto isso ainda é uma teoria eu prefiro acreditar que um beijo é um laço de união, uma troca de intimidade muito mais sentimental que física.

Algo além do talvez.

publicado por serenaatedemais às 14:37
Precisando de : apegada
Ouvindo: As time goes bye - Billie Holiday Vejam a tradução :)

05
Set 08

Fiz um blog novo, precisava escrever, até fiz um pod. Mas descobri que só me sacio é escrevendo, as palavras escritas pra eu (ou seria mim??) agora tem outro valor. Ainda mais que aqui nesse hospedeiro novo estou futricando mil e uma coisas, que me fazem lembrar de cheiro de livro novo, ou all star assim que você abre a caixa, pela primeira vez, e vê que ele fica perfeito no seu pé, daí você fica andando olhando pra baixo durante um tempo.

É  assim que me sinto aqui, com se essa fosse minha nova casa, onde eu pudesse trazer todos os meus amigos porque o espaço é maior.

Eu gosto de coisas novas, não vou mentir, mas são as velhas que me fascinam. Lembro por exemplo quando achei a edição N° 1 do Preacher, caramba estava velhinha mas mesmo assim, meus olhos encheram d'água. Ou quando comecei a ver Batman no formato dos anos 60..muuito bom, engraçado demais.

Enfim, coisas novas dão a sensação de novidade que algumas coisas velhas não perdem nunca.

  Espero que esse blog pra vocês seja novo também, só que com gostinho da primeira vez que ouviram I've just seen a face dos Beatles..

 

publicado por serenaatedemais às 21:38
Precisando de : animadinha
Ouvindo: I've just seen a face - Beatles

Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26

28
29


subscrever feeds
Frio de tão velho
Alguma coisa sobre mim

ver perfil

seguir perfil

6 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO